Built to suit: o que é e como funciona o contrato de locação BTS?

Quem trabalha no mercado imobiliário ou se interessa pelas soluções do setor precisa ficar atento às tendências. Quando se trata de locação, os contratos built to suit (BTS) se destacam entre as possibilidades ofertadas.

O conceito surgiu nos Estados Unidos, mas já foi regulamentado no Brasil. Dessa maneira, ele pode trazer novas maneiras de fazer contratos. No entanto, também existem diversas dúvidas sobre o assunto.

Assim, é essencial compreendê-lo para saber como lidar com essas alternativas em meio às oportunidades. Para entender o que é built to suit, continue a leitura e descubra como funciona essa modalidade de locação!

 

O que é built to suit?

O primeiro passo para conhecer o conceito é considerar a sua tradução. Em português, built to suit poderia ser interpretado como “construído para servir”. Portanto, trata-se de um contrato de locação que envolve uma personalização maior em relação ao imóvel.

Nesse caso, ele será reformado ou construído a partir das necessidades do locatário. Assim, os custos são cobertos pelo próprio inquilino ao longo do contrato. Logo, o proprietário recebe de volta o valor que foi investido e ainda garante o aluguel.

Outro ponto importante é a sua destinação: o contrato é aplicável somente às locações não residenciais em território urbano. Por isso, não é possível utilizar a modalidade para imóveis que serão usados como moradia ou se localizem em áreas rurais.

 

Regulamentação no Brasil

Essa modalidade de contrato de aluguel foi regulamentada no Brasil em 2012, pela Lei no 12.744. Na legislação, a nomenclatura utilizada é “locação nos contratos de construção ajustada”. De acordo com a norma, ele traz mais liberdade em relação aos termos acordados.

Nesse caso, o acordo é feito por tempo determinado, mas não há limitações em relação ao prazo, por exemplo, nem existe a conversão automática em contrato por tempo indeterminado. Na prática, prevalecerão as condições previstas, que devem abordar:

  • condições referentes à construção ou reforma;
  • prazo de duração do contrato;
  • valores que serão pagos pelo inquilino.

Além disso, a lei estabelece duas questões importantes. A primeira é que o proprietário não pode reaver o imóvel antes do prazo indicado no contrato. Já a segunda determina que o locatário não pode devolver a propriedade de maneira antecipada, exceto se arcar com a multa contratual.

Vale saber que penalidade também não pode exceder o valor da soma dos aluguéis a receber até o término do prazo inicialmente pactuado.

Ademais, as regras da Lei do Inquilinato devem ser observadas sempre que a legislação específica não trouxer normas sobre determinado assunto. Ou seja, questões como garantias, ação de despejo, entre outras dessa lei, continuam válidas.

 

Como funciona esse tipo de contrato?

Devido à sua finalidade diferenciada, o BTS conta com algumas características específicas em seu funcionamento. Nesse caso, os clientes costumam ter critérios mais detalhados e aprofundados sobre as suas necessidades.

Assim, questões como distribuição de espaços, quantidade de salas, mobiliário, acabamentos e outros itens relacionados ao imóvel podem ser incluídos no contrato. A partir das informações, o proprietário desenvolve um projeto que atenda às demandas do inquilino.

Em contrapartida, os aluguéis são firmados por períodos mais longos — entre 15 e 20 anos, normalmente. Isso porque é preciso garantir o retorno para o investimento feito pelo proprietário, cujos valores são diluídos ao longo do tempo.

Por isso, também é importante ter em mente que o valor do aluguel é superior. Afinal, além do custo de locação, ele será influenciado pelo total investido na reforma ou na construção da propriedade.

Tudo isso aumenta a complexidade do contrato, já que traz mais obrigações e responsabilidades para as partes.

 

Quais são as vantagens do contrato BTS?

Entendendo o conceito e o funcionamento do contrato built to suit, fica mais fácil identificar as vantagens. Uma delas é a longa duração. Isso traz mais segurança para o proprietário, especialmente diante do investimento que será realizado.

Outro benefício é a redução do período de vacância do imóvel, já que o contrato é firmado de forma constante por muitos anos — evitando a alta rotatividade de inquilinos e os impactos no retorno obtido.

Também há a maior segurança em relação ao retorno do investimento, devido às condições contratuais.  Todos esses benefícios se aplicam, ainda, à imobiliária responsável por intermediar a negociação. Afinal, ela obtém rendimentos a partir dos ganhos recebidos pelo proprietário. 

Além disso, vale saber que há benefícios para o locatário. Tendo em vista que a modalidade é voltada aos contratos de locação comercial, a boa manutenção do imóvel é essencial devido a questões como ponto de venda e estrutura disponível.

Outro ponto é que não há preocupações com a possibilidade de ter que deixar o local antes do planejado, nem em procurar outro imóvel que atenda às suas necessidades. Ademais, há a vantagem de o imóvel ser entregue pronto e adequado ao que a empresa precisa.

Logo, não é preciso fazer reformas por conta própria ou ter uma alta disponibilidade de capital para realizar mudanças necessárias. Conhecer essas vantagens é essencial para apresentar propostas e aumentar as chances de fechar contratos com esse modelo de locação.

 

Quais são as desvantagens desse contrato?

Por outro lado, o modelo também pode trazer algumas desvantagens. Dessa maneira, é fundamental avaliá-las para tomar decisões mais acertadas sobre o modelo de contrato que será usado.

Para imobiliárias, isso é importante para conseguir informar aos clientes sobre todos os detalhes do BTS. Para o proprietário sempre há o risco de inadimplência. Porém, ela pode ser mitigada com o uso de garantias locatícias ou, até mesmo, a antecipação de aluguel.

Nesse caso, você consegue receber valores de maneira imediata, apenas com um desconto. A antecipação também permite levantar caixa para realizar planos ou cobrir os custos referentes à reforma ou construção de maneira mais rápida.

Outro ponto contra trata da dificuldade que pode surgir para locar o imóvel novamente, caso o contrato não seja renovado. Afinal, a personalização feita pode não ser adequada a outros tipos de negócio, exigindo novas reformas e custos.

Já para os inquilinos, o valor mais alto da locação e a obrigatoriedade de cumprir o prazo ou arcar com a multa podem ser desvantagens. Assim, é preciso considerar tudo isso antes de fechar contrato.

Como você viu, o contrato built to suit traz novas possibilidades para a locação de imóveis comerciais. Portanto, vale a pena conhecer o funcionamento dessa opção para avaliar se ela é viável — e ter condições de esclarecer as dúvidas dos clientes na imobiliária.

Que tal aprender mais dicas sobre contratos de locação? Veja tudo o que você precisa saber sobre a antecipação de aluguel!

Como agilizar o processo de locação de imóveis? Descubra!

A locação de imóveis é um processo que não exige uma quantidade de recursos tão elevada quanto a compra ou a venda. Ainda assim, o proprietário ou a imobiliária podem se deparar com uma demora na execução dos trâmites. Para lidar com isso, o ideal é buscar soluções para dar agilidade.

Cada uma das partes pode adotar medidas que são úteis para tornar todas as etapas da locação mais ágeis. Entre as alternativas, a antecipação de aluguel pode oferecer uma grande ajuda — e você saberá como isso funciona.

Continue a leitura e entenda como agilizar a locação de imóveis tanto por parte do proprietário quanto da locadora!

 

Como o locador pode locar o imóvel mais rapidamente?

Ser capaz de alugar o próprio imóvel com agilidade garante o recebimento dos aluguéis em menos tempo. Com isso, é possível complementar a renda, além de evitar que o imóvel passe por uma depreciação prolongada.

No caso do locador, colocar algumas dicas em prática pode ajudar. Confira!

 

Realizar melhorias no imóvel

Dependendo do tipo de imóvel e de suas condições, fazer melhorias pode ser essencial para atrair a atenção dos interessados. Como estamos falando de locação de imóvel, não é necessário realizar grandes mudanças.

Porém, vale a pena deixar o imóvel pronto para morar. Corrigir vazamentos ou fazer uma boa pintura são ações que valorizam o espaço e o tornam mais funcional para o morador — aumentando a chance de conseguir um inquilino.

 

Precificar corretamente

Definir o valor que será cobrado no processo de locação também é fundamental para aumentar as chances de conseguir os resultados esperados. É importante considerar a região, o tamanho do imóvel e suas características de estrutura que podem fazer parte do preço.

Além disso, considere outros valores, como a taxa condominial e o IPTU. Às vezes, vale a pena cobrar menos do aluguel para compensar o condomínio que será incidente no acordo entre as partes. Afinal, muitos interessados desistem do processo ao se deparar com uma taxa muito alta.

Ao precificar, é interessante definir um valor com espaço para negociação. Dependendo da situação, isso poderá ser um atrativo para o futuro locatário.

 

Contar com ajuda profissional

É indispensável ter apoio de quem mais entende do mercado, o que significa recorrer a uma imobiliária. Com a atuação dessa empresa, é possível garantir que o processo de locação aconteça de maneira legalizada.

A atuação desse time fará com que o contrato atenda a todas as regras da lei de locação de imóveis ou Lei do Inquilinato. Assim, pode-se ter amparo jurídico e evitar problemas futuros por cláusulas que não são permitidas.

Além disso, a imobiliária é capaz de alcançar um público maior, atraindo mais interessados no imóvel. Com mais oportunidades, cresce a chance de locar o imóvel de modo rápido.

 

Como a imobiliária pode agilizar a locação de imóveis?

Quando a imobiliária foca em acelerar o processo de locação, ela busca garantir mais satisfação para os proprietários. Isso pode gerar indicações para outros clientes e também leva a um pagamento antecipado das taxas devidas.

A seguir, veja como a empresa pode agir!

 

Oferecer atendimento personalizado

Ter um bom atendimento é uma das características indispensáveis para ser capaz de atrair proprietários que buscam ajuda sobre o processo de locação de imóveis. Além disso, é uma forma de conseguir mais satisfação e até de fidelizar clientes.

Portanto, convém ter um time que seja capaz de dedicar atenção exclusiva a cada proprietário. Também é importante manter a boa comunicação e a transparência, pois isso estimula a confiança e pode levar a um desempenho melhor sobre a captação de interessados em se tornarem inquilinos.

 

Anunciar o imóvel de forma persuasiva

Um dos diferenciais da imobiliária é o fato de a empresa ficar responsável pela divulgação de imóveis para a compra e para a locação. Para acelerar essa etapa e conseguir a assinatura do contrato mais rapidamente, é fundamental ter bons anúncios.

Eles devem ser apresentados para o público certo e nos canais ideais. Para completar, os anúncios precisam ter alta qualidade e incluir elementos atrativos — como imagens bem produzidas. Isso atrairá mais oportunidades e ajudará a fechar negócio.

 

Agregar mais valor com serviços exclusivos

Para que seja possível fechar o contrato com rapidez é necessário, em primeiro lugar, convencer o proprietário a escolher a imobiliária. Portanto, vale a pena usar soluções que gerem destaque em relação aos concorrentes.

Disponibilizar soluções exclusivas é outra estratégia interessante de chamar a atenção dos proprietários e iniciar mais rapidamente a relação. Como consequência, o processo de locação também pode ganhar velocidade.

Mais que apresentar diferenciais em relação à concorrência, é fundamental que o serviço agregue valor. A intenção é tornar o procedimento mais eficiente para todos, mostrando que a empresa se preocupa em atender diversas necessidades dos clientes.

 

Como a antecipação de aluguel pode ajudar na locação de imóveis?

Tanto para o proprietário quanto para a imobiliária, a oferta de antecipação de aluguel pode ser muito útil para acelerar a locação de imóveis. Essa solução é executada por uma empresa que antecipa para o locador um valor que varia de 1 a 12 meses de aluguel, com desconto.

O dinheiro é depositado diretamente na conta do locador. Depois, a empresa recebe os valores do aluguel diretamente do inquilino. Não se trata de um empréstimo e, sim, de uma cessão de crédito com antecipação de valores.

Para a imobiliária, a alternativa traz a chance de se diferenciar, atraindo o interesse do locador. Quanto mais cedo essa decisão for tomada, mais rapidamente a locação acontecerá. Também é possível receber uma comissão e prêmios por contratos fechados.

Para o locador, há benefícios ainda maiores. Um deles é a capacidade de obter recursos de modo prático. Além disso, há a eliminação do risco de inadimplência do aluguel e a chance de aproveitar benefícios no Imposto de Renda.

Como você pôde ver, acelerar o processo de locação de imóveis é vantajoso tanto para proprietários quanto para a imobiliária. No caso da empresa do mercado de imóveis, a antecipação do aluguel é um serviço que gera diferenciação e agrega mais valor — agilizando o processo de locação.

Para aproveitar essa solução de modo completo, entre em contato conosco da Bold Finance e fique à frente dos concorrentes!