Como aumentar o faturamento da sua imobiliária com a antecipação de aluguel?

Empresas de diversos setores têm procurado soluções para se manterem sólidas em meio à crise causada pela pandemia de Covid-19. O mercado imobiliário, que já tinha seus desafios por conta da concorrência no setor, tem exigido mais dos empresários que buscam aumentar o faturamento.

Ainda assim, é possível fazer sua imobiliária crescer e se destacar no mercado. Neste post, você verá três pilares que podem sustentar o crescimento da sua empresa e conhecerá uma solução que contribui para a experiência do cliente.

Leia o post até o final e descubra como aumentar o faturamento no mercado de imóveis!

 

Como aumentar o faturamento da sua imobiliária?

Para fazer a sua imobiliária faturar mais, é importante garantir que sua presença no mercado se apoie em um tripé: ter um propósito, padronizar os processos e oferecer ao cliente uma boa experiência.

A seguir, entenda cada um desses pontos!

 

Tenha um propósito

É verdade que os empresários querem que seus negócios gerem lucro. Assim, eles podem ter um bom retorno financeiro, pagar seus colaboradores, fazer investimentos e assim por diante. No entanto, cada empresa precisa ter um propósito para se fortalecer.

A palavra “propósito” tem origem em “proponere”, do latim, que significa “colocar à frente”. Para você entender o que é o propósito de um negócio, considere o da Nike: “Trazer inspiração e inovação para cada atleta do mundo. Se você tem um corpo, você é um atleta”.

O propósito do Starbucks também é interessante: “Inspirar e nutrir o espírito humano — uma pessoa, uma xícara de café e uma comunidade de cada vez”. Com esses exemplos, fica claro que o propósito indica de que modo seu negócio pode contribuir para tornar o mundo melhor, certo?

Desse modo, seu planejamento estratégico terá uma direção. Os colaboradores, por sua vez, terão uma motivação para darem o melhor de si. Além disso, a imagem da sua imobiliária ficará mais clara para os consumidores e o mercado.

Com isso, seu negócio poderá crescer e se fortalecer entre a concorrência. Tudo isso contribui para aumentar o faturamento e alcançar novos objetivos.

 

Padronize os processos

Em algumas empresas é comum que os processos sejam executados sem uma padronização. Talvez os colaboradores sejam designados para determinadas tarefas à medida que as demandas surgem. No entanto, esse modelo de trabalho pode trazer problemas.

Afinal, sem uma padronização, são maiores as chances de erros e de retrabalho. Além disso, pode haver atrasos quando os colaboradores não sabem exatamente o que precisam fazer. Por isso, padronizar ajuda a estabelecer a melhor maneira de executar cada processo.

Para se organizar, faça um levantamento de todas as atividades que são realizadas na sua imobiliária. Em seguida, mapeie os processos, contando com o apoio dos colaboradores. Então, documente as etapas de maneira simples e objetiva e capacite a equipe.

Assim, a eficiência e a qualidade do trabalho aumentarão, contribuindo para a redução de custos e o aumento do faturamento. Vale destacar que até mesmo os corretores podem se sentir mais satisfeitos quando percebem a qualidade do serviço que realizam.

 

Ofereça ao cliente uma boa experiência

Por fim, é fundamental garantir que o cliente tenha uma boa experiência ao se relacionar com o seu negócio imobiliário em diversos canais. Seja por e-mail, telefone, redes sociais, navegando no site ou comparecendo no escritório da sua imobiliária, ele precisa ser bem atendido.

O marketing imobiliário faz parte dessa experiência, ajudando a captar e fidelizar clientes. Afinal, ele muitas vezes está envolvido no primeiro contato da pessoa com o negócio.

Além disso, o cliente precisa sentir que a pessoa que o atende quer ajudá-lo a encontrar a melhor solução possível para sua necessidade. Logo, a qualidade do atendimento é indispensável.

É importante também que o atendimento seja ágil, o que pode ser alcançado com a ajuda da tecnologia. O pós-venda, por sua vez, tem um papel essencial ao reter clientes. Isso porque ele evidencia seu desejo de oferecer uma boa experiência mesmo depois de o contrato ser firmado.

Ademais, oferecer uma boa experiência inclui também apresentar diferenciais. Por exemplo, o cliente locador poderia gostar muito da ideia de receber antecipadamente os aluguéis dos próximos meses, não é verdade?

Soluções como essa podem ajudar a fidelizar o cliente. Por isso, entenda a seguir como funciona a antecipação de aluguel.

 

O que é antecipação de aluguel?

A antecipação de aluguel é uma solução para o proprietário de um imóvel que deseja receber adiantado os aluguéis abrangidos por um contrato. Trata-se de uma maneira de obter uma soma maior de recursos de imediato sem a necessidade de recorrer a empréstimos bancários.

Para você oferecer antecipação de aluguel na sua imobiliária, basta fazer uma parceria com uma empresa como a Bold Finance. Ela paga ao locador, à vista, os aluguéis dos meses à frente — e passa a receber o pagamento mensal do locatário.

 

Quais são as vantagens da antecipação de aluguel para o locador?

Percebe como a antecipação de aluguel pode ser interessante para o locador? Uma das vantagens é a segurança. Afinal, uma empresa especializada assume o risco de inadimplência. Assim, o proprietário não precisa se preocupar com a possibilidade de o inquilino não pagar o aluguel.

Além disso, o locador obtém recursos sem recorrer a empréstimos bancários. Ele pode trocar o carro, reformar um imóvel ou fazer uma viagem sem se endividar.

Existe também um benefício tributário interessante. Isso porque aluguéis são considerados um rendimento tributável para fins de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF). No entanto, a antecipação é isenta de IRPF, conforme a legislação.

Com tantas vantagens para os clientes, sua imobiliária também se beneficia. Ao oferecer essa facilidade, ela pode se tornar mais conhecida e se diferenciar no mercado. Assim, você pode aumentar sua carteira de clientes e, em resultado disso, ampliar o faturamento.

 

Conclusão

Aumentar o faturamento de uma empresa depende de planejamento e organização. Como vimos, bons parceiros também podem contribuir para a receita do seu negócio. Assim, sua imobiliária terá soluções inovadoras para oferecer aos clientes, ajudando a fortalecer sua presença no mercado.

Ainda não tem certeza de que a antecipação de aluguel pode beneficiar sua imobiliária? Confira como usar a antecipação de aluguel para fazer seu negócio crescer!

Como fugir da inadimplência no contrato de aluguel de imóvel?

Alugar um imóvel próprio pode ser uma forma de obter retorno financeiro com o bem, complementando ou mesmo compondo sua renda principal. Mas firmar um contrato de aluguel de imóvel também exige atenção quanto aos riscos existentes.

Entre as questões está a inadimplência. Quando o pagamento do aluguel não ocorre da maneira acordada entre as partes, o locador pode sair prejudicado. Portanto, essa é uma das principais fontes de preocupação dos proprietários.

Contudo, já existe uma solução efetiva para fugir da inadimplência nesse tipo de contrato. Descubra como evitar os impactos de atrasos ou falta de pagamento do aluguel de imóvel!

 

Quais são os impactos da inadimplência do aluguel?

A Lei do Inquilinato foi criada com o objetivo de proteger tanto o locador quanto o locatário que firmam um contrato de aluguel. Entre as situações previstas pela lei está a dificuldade em pagar o aluguel por conta do inquilino, resultando em atrasos e inadimplências.

Porém, apesar de o locatário ter seus direitos resguardados, essa situação pode gerar intensas consequências para o proprietário que aluga seu imóvel. Conheça quais são as principais!

 

Impactos no planejamento financeiro

Quando o inquilino fica inadimplente, o planejamento financeiro do locador pode ser intensamente impactado. Afinal, é uma situação que interrompe um fluxo financeiro que já pode estar comprometido com outras obrigações.

Se o proprietário tiver se planejado para usar o valor do aluguel para fechar o orçamento do mês, por exemplo, toda a organização será comprometida. Com isso, será mais difícil manter as contas em dia.

 

Dívidas no condomínio

É muito comum que a cobrança de aluguel inclua taxas — como o que é devido ao condomínio. Se o inquilino não pagar o aluguel e os demais valores acordados no contrato, o locador poderá ter dificuldade para quitar a taxa condominial.

Como essa taxa continua a incidir, independentemente das condições do acordo imobiliário, o proprietário pode ter que assumir esse pagamento para evitar problemas. Se o problema da inadimplência se estender, será necessário cobrir um valor acumulado muito maior.

 

Falta de renda

Em outros casos, a inadimplência leva à falta de renda. Se o locador tiver o aluguel como a principal ou única fonte de recursos, o atraso fará com que ele não tenha dinheiro suficiente para manter seus compromissos financeiros.

Isso pode levar a um cenário de endividamento. O proprietário pode se ver obrigado a solicitar um empréstimo para cobrir suas despesas, por exemplo. Como consequência, pagará elevadas taxas de juros, as quais não seriam necessárias se o recebimento ocorresse conforme o planejado.

 

Encerramento do contrato de aluguel

O atraso ou a falta de pagamento do aluguel é uma situação que pode gerar desconfortos, como desentendimentos ou problemas no relacionamento contratual.

Dependendo da situação, as dificuldades que o inquilino enfrenta para pagar o aluguel podem até levar ao encerramento precoce do contrato. Com isso, o locador terá que lidar com a vacância do imóvel até encontrar um novo interessado e poderá ter custos adicionais com advogados e processos judiciais para receber o que foi contratado.

 

Como evitar a inadimplência no contrato de aluguel de imóvel?

Por causa de seus impactos, a inadimplência no contrato de aluguel de imóvel é uma das principais preocupações de locadores. Para lidar com essa situação, é possível solicitar garantias (como o fiador ou o pagamento de caução) ou fazer uma análise de quem se interessar em ser inquilino.

Porém, ainda assim não há como eliminar totalmente os riscos ligados ao atraso de aluguel. Para chegar a esse resultado, o melhor é buscar a antecipação de aluguel.

Com essa solução, o proprietário pode deixar de se preocupar se o inquilino será capaz de pagar o aluguel. Paralelamente, é possível obter os recursos previstos e de acordo com as necessidades específicas.

 

Como funciona a antecipação de aluguel?

Já que a antecipação de aluguel pode ajudar a evitar a inadimplência no contrato de aluguel, é fundamental entender como ela funciona. Tudo começa com o interesse por parte do locador, que deve buscar uma imobiliária que ofereça essa alternativa a partir de parcerias.

Então, o contrato de aluguel de imóvel passará por uma análise completa a respeito de suas condições. Caso ele seja aprovado, será possível definir qual será o montante a antecipar. O valor varia de 1 a 12 meses de aluguel, com o depósito sendo feito de uma só vez.

O custo dessa solução é um desconto cobrado pela empresa especializada neste tipo de operação. A contratação costuma ser ainda mais vantajosa financeiramente, pois o valor recebido pode ser isento de Imposto de Renda, nos termos da lei..

Posteriormente, o pagamento mensal feito pelo inquilino seguirá diretamente para a empresa que antecipou o recebível. Ademais, se ocorrer a inadimplência, o proprietário não é cobrado por isso. É exatamente essa característica que ajuda a eliminar o risco no contrato de aluguel de imóvel.

 

Quais são as vantagens dessa solução?

A antecipação de aluguéis é uma alternativa que pode trazer benefícios tanto para o locador quanto para a imobiliária. Para o proprietário de um imóvel alugado, um dos principais aspectos positivos está relacionado à redução dos riscos do pagamento, como você acabou de ver.

Como o valor antecipado é pago pela empresa responsável de uma vez só, eliminam-se os problemas decorrentes de um inquilino que encontra dificuldades para cumprir suas obrigações. Se, após a antecipação, ocorrerem atrasos, o locador não é penalizado.

Também é uma forma de ter dinheiro na mão de modo fácil, o que aumenta a liquidez do investimento na propriedade. Além disso, é uma alternativa que pode oferecer isenção no Imposto de Renda, permitindo aproveitar benefícios fiscais.

Para as imobiliárias, a antecipação pode ser oferecida como um produto extra, gerando motivos para que o negócio seja escolhido pelos proprietários. Portanto, pode funcionar como um diferencial competitivo e aumentar a atração de clientes.

Agora você já sabe que é possível evitar a inadimplência no contrato de aluguel de imóvel. Para que isso seja viável, vale a pena considerar a antecipação de aluguéis como uma solução que apresenta diversas vantagens para locadores e para imobiliárias.

Para aproveitar o que essa solução tem a oferecer e fugir dos riscos do não pagamento do aluguel, entre em contato conosco da Bold Finance!