Sua imobiliária é digital? Descubra a resposta!

Com a transformação digital, é fundamental que os negócios se adaptem às mudanças do mercado imobiliário. As alterações nos hábitos de consumo resultaram em um novo projeto: a imobiliária digital. O modelo surgiu para atender ao público que espera processos ágeis e simples.

Esse tipo de negócio visa suprir a demanda de locações, que promove mais praticidade. Dessa maneira, o processo pode ser resolvido pelo smartphone, por exemplo.

Mas afinal, como se tornar uma imobiliária digital? Você já aplica esse modelo? Continue a leitura e entenda o que é esse conceito e como se adaptar a um mercado cada vez mais conectado!

 

O que é uma imobiliária digital?

A imobiliária digital pode ser definida como um modelo de negócio que utiliza processos informatizados, com atendimento online. As atividades profissionais são realizadas, em grande parte, via plataforma ou site.

O objetivo dessa modalidade é tornar os processos mais simples e práticos, além de menos burocráticos. Por meio dela, não é necessário que o cliente se desloque até a imobiliária para realizar as negociações.

Tudo pode ser feito online, desde a busca por imóveis até a negociação e os trâmites relacionados à documentação, que também será digital. Com isso, o cliente precisa apenas agendar a visita ao imóvel escolhido com o corretor para dar continuidade à negociação.

 

Como funciona esse modelo de negócio?

A imobiliária digital é baseada na transformação digital. Ou seja, ela utiliza a tecnologia para alcançar o sucesso por meio de diversas estratégias e objetivos.

Conheça alguns deles:

  • melhor atendimento e maior satisfação para os clientes;
  • novos produtos, serviços e modelos de negócio;
  • processos rápidos, menor burocracia e maior eficiência.

 

Quais são suas principais características?

As imobiliárias que adotam esse modelo de negócio utilizam nas suas atividades internas a automatização, o compartilhamento e a inteligência de dados. Logo, as principais características de uma imobiliária digital são:

  • maior agilidade nas transações imobiliárias;
  • mais segurança e menos problemas com inadimplência ou desocupação do imóvel;
  • mais transparência nas informações prestadas;
  • processos completamente virtuais.

 

Qual é a importância de ter uma imobiliária digital?

A digitalização faz parte do futuro do mercado imobiliário. Então, mesmo quem faz questão de manter o estabelecimento físico pode investir na imobiliária digital. Os modelos podem funcionar em conjunto, complementando os serviços da empresa.

A prática pode atrair um público maior e incrementar os resultados, o que ajuda a garantir um fluxo de caixa positivo. Além disso, a equipe tem mais tempo para traçar estratégias de prospecção e fidelização de clientes.

Conheça alguns benefícios do modelo digital:

Promove maior interação com os clientes

As pessoas estão cada vez mais conectadas à internet, utilizando ferramentas online para diversas atividades. Portanto, uma plataforma que disponibilize os imóveis para locação, apresentando fotos, vídeos e um tour virtual, por exemplo, ajuda a atrair clientes.

Além disso, a estratégia permite que a imobiliária entregue uma experiência ainda melhor aos clientes. O site também pode ser usado para esclarecer todas as dúvidas sobre os imóveis de forma rápida.

Garante um agendamento menos burocrático

Poder agendar uma visita presencial por meio do site ou plataforma digital apresenta diversas vantagens. A primeira é que o processo fica mais prático e rápido, possibilitando que o cliente escolha a melhor opção, conforme sua agenda.

Além disso, a medida ajuda a reduzir as chances de o cliente deixar de comparecer ao compromisso. Isso porque a plataforma pode enviar lembretes por e-mail ou mensagem de texto, além de solicitar confirmações. A remarcação, se necessária, também se torna mais simples.

Proporciona o fortalecimento da marca

Imobiliárias que optam pelo modelo digital conseguem se alinhar melhor ao que o público procura em termos de experiência de compra. Por meio de uma área exclusiva para o cliente no site, o atendimento pode se tornar mais rápido e personalizado.

Ele pode ser usado para solucionar dúvidas e pendências, gerar boletos e outros documentos importantes no contrato.  Essa acessibilidade agiliza a vida dos proprietários, dos locatários e da própria imobiliária.

Ainda, ajuda a tornar o negócio mais forte no mercado pela maior facilidade em integrar estratégias de marketing. Lembre-se de que os canais digitais podem ser utilizados para guiar os clientes na jornada do consumidor.

 

Como descobrir se a minha imobiliária é digital?

Agora que você sabe o que é esse modelo de negócio e quais são as principais características, é possível analisar se a sua imobiliária é digital. Para tanto, avalie seus processos e pense em qual categoria seu negócio se enquadra.

São três opções principais:

  • nativas digitais: foram criadas em ambiente totalmente digital, com modelos de negócio inovadores e focados nos clientes;
  • em transformação: imobiliárias tradicionais que estão em processo de desenvolvimento tecnológico, com o objetivo de aumentar sua competitividade;
  • analógicas: ainda possuem processos manuais, burocráticos e pouco eficientes, precisando de atualizações para aderir ao meio digital.

 

Como fazer a minha imobiliária se tornar digital?

Se o seu negócio ainda não está alinhado à Era Digital, saiba que é possível fazer algumas mudanças em sua imobiliária para que ela se torne digital e usufrua dos benefícios que o modelo pode oferecer.

Confira quais recursos disponíveis no mercado é possível utilizar:

Contratos digitais

Contratos digitais podem ser incluídos nos processos de aluguel de imóveis para reduzir o tempo necessário para fechar a locação. Eles são regulamentados na legislação, conferindo a segurança necessária para as partes.

Além disso, ele é fácil de utilizar, por meio de assinaturas digitais. Após fazer o contrato, basta enviar por e-mail para os clientes para que eles possam assinar pela plataforma de sua preferência. Além de cômodo, o processo é mais barato, pois não é necessário fazer o reconhecimento em cartório.

Site completo

Outra forma de transformar a sua imobiliária em um negócio digital é montar um site completo. Nele, você pode incluir depoimentos de clientes satisfeitos, história do negócio e outras formas de contato, como e-mail e redes sociais.

Ele pode ser integrado a uma ferramenta CRM (customer relationship management), trazendo automação para os processos. Essa medida pode auxiliar na adaptação, durante a implementação do modelo digital.

Ademais, ao desenvolver ou escolher a plataforma, não se esqueça de que ela deve ter uma versão responsiva para smartphones. Outra dica é ter um chatbot, que permita aos visitantes solucionar algumas dúvidas rapidamente, sem precisar aguardar o contato de um colaborador.

Como você viu, o mercado imobiliário está em transformação e, para se manter competitivo, é necessário se adaptar às tendências. Desse modo, migrar para um modelo de imobiliária digital pode ser o grande diferencial para atender melhor às necessidades e dores dos clientes.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Deixe o seu comentário!