O que o proprietário de imóvel espera encontrar na sua imobiliária?

Ser proprietário de imóvel e obter lucros a partir desse investimento é o desejo de muitas pessoas. Entretanto, podem surgir dificuldades no processo, fazendo com que o serviço de uma imobiliária seja essencial. Logo, é importante estar preparado para receber esses clientes.

Afinal, é preciso garantir a satisfação do proprietário para promover a fidelização e construir uma boa reputação da empresa. Consequentemente, isso pode auxiliar no crescimento do negócio e na busca por melhores resultados.

Nesse sentido, é preciso saber o que o proprietário de imóvel espera de uma imobiliária e adequar os seus serviços. Neste post, você entenderá as dores dos donos de imóveis e o que eles procuram.

Confira!

 

Quais são os maiores problemas que o proprietário enfrenta sem uma boa imobiliária?

Antes de descobrir o que o proprietário de imóvel espera da sua imobiliária, é interessante entender os maiores problemas que ele enfrenta. Eles podem surgir quando ele não contrata uma empresa adequada ou resolve negociar sozinho.

Confira os principais desafios:

 

Precificação correta

Encontrar um preço justo é o primeiro passo para não ter prejuízos, seja na venda ou na locação. Embora seja possível contratar um corretor para fazer somente essa etapa, o proprietário pode se sentir inseguro com a avaliação recebida.

Em outros casos, sem saber o que avaliar, pode definir preços excessivos — que afastam os interessados — ou muito baixos, gerando perdas.

 

Conhecimento em divulgação

A divulgação do imóvel pode parecer simples em um primeiro momento. Por isso, há proprietários que arriscam nessa tarefa. No entanto, isso pode levar a erros ao anunciar a propriedade envolvendo descrição, canais utilizados e outros detalhes.

 

Tempo para visitas

Dispor de tempo para a visitação pode ser um problema para o proprietário. Além disso, possíveis atrasos por parte dos interessados comprometem a rotina. Outra dificuldade trata do momento de guiar a visitação, o que pode dificultar o fechamento do negócio.

 

Entendimento das burocracias

Vender ou locar um imóvel envolve burocracias com coleta de dados, vistoria do imóvel e contrato. Como são etapas fundamentais para resguardar a segurança da negociação, quem não é do ramo imobiliário pode sentir insegurança ou, até mesmo, cometer erros nesse processo.

 

Confiança  na relação com o inquilino

Na locação, uma dificuldade que pode surgir trata da confiança ao confiar a posse do imóvel a um desconhecido. Questões como cuidados em relação à propriedade e a pontualidade do pagamento são preocupações comuns dos clientes.

 

Cobrança dos aluguéis atrasados

Um dos problemas que podem surgir na locação é a inadimplência. Nesse caso, surgem dificuldades sobre como fazer a cobrança dos aluguéis atrasados para aumentar as chances de receber de forma amigável. Ainda, é comum ter dúvidas sobre o momento certo para buscar as medidas judiciais.

 

Lidar com inquilino

As divergências de opinião podem trazer conflitos entre locador e locatário. Ademais, é necessário saber como administrar pequenas reformas e consertos na manutenção do imóvel. Lidar com essas demandas pode trazer dificuldades.

 

O que o proprietário deseja encontrar na sua uma imobiliária?

Como você viu, as maiores dores de um proprietário de imóvel, principalmente o que deseja alugar, são facilmente resolvidas por uma boa imobiliária. Porém, é preciso saber como atender as demandas da melhor maneira.

A seguir, veja o que o dono espera encontrar na sua empresa!

 

Atendimento de excelência

O bom atendimento é primordial em qualquer tipo de negócio, e no ramo imobiliário não é diferente. O proprietário de imóvel quer que suas dúvidas sejam sanadas e receber um suporte adequado para as suas necessidades.

Isso faz parte do relacionamento entre empresa e cliente. A prática também ajuda a construir a confiança tão necessária para esse tipo de contratação.

 

Orientação sobre aluguel ou venda

Há situações em que o dono do imóvel ainda não decidiu se prefere vender ou locar o bem. Afinal, nem sempre é fácil comparar as vantagens e desvantagens de cada um.

Portanto, oferecer esse tipo de orientação é um diferencial. Para isso, é importante ouvir o cliente, entender os seus objetivos e preocupações. Dessa maneira, é possível ajudá-lo a identificar a solução mais adequada.

 

Avaliação do imóvel

Como você viu, a avaliação do imóvel com um preço justo é uma das preocupações do proprietário. Assim, é interessante deixar explícito que a avaliação feita pela sua imobiliária segue critérios rigorosos do mercado.

 

Divulgação do imóvel

Somente uma boa imobiliária sabe fazer uma divulgação que valorize o imóvel e atraia comprador ou locador em potencial. E é isso o que o proprietário de imóvel espera da sua empresa. Para tanto, vale a pena buscar formas de otimizar o trabalho dos seus corretores utilizando ferramentas adequadas.

Por exemplo, existem softwares de integração de portais em que distribui a divulgação para os principais sites especializados em busca de imóveis. Assim, é possível ampliar o alcance e facilitar a gestão de anúncios.

 

Visitas com os clientes

Como você viu, o proprietário pode não ter tempo para conduzir as visitas dos clientes. Aliás, é comum que ele também não saiba filtrar os potenciais locadores e compradores. Portanto, o cliente espera que a imobiliária faça esse serviço para poupar tempo e ter mais chances de fechar negócio.

 

Burocracias resolvidas

Ao contratar uma imobiliária, o proprietário do imóvel também espera que todas as burocracias sejam resolvidas com facilidade. De certo modo, ele deseja apenas conferir os contratos e assiná-los, sem ter que correr atrás de toda a documentação e avaliações de crédito.

Por esse motivo, a imobiliária deve estar preparada para resolver toda a parte burocrática e oferecer suporte em todo o processo. Ao mesmo tempo, é preciso demonstrar segurança para que o dono do imóvel tenha confiança na transação.

 

Fazer cumprir o contrato

Existem casos em que o comprador ou inquilino deixa de cumprir o que foi estipulado no contrato, como o pagamento de uma parcela ou aluguel. Nesse cenário, o proprietário esperará que a imobiliária saiba lidar com a situação e resolva todas as questões para garantir o cumprimento do que foi acordado.

 

Administração do imóvel

O trabalho da locação não termina após o imóvel ser alugado. Pelo contrário, existem diversas situações para serem administradas, como consertos e pequenas reformas necessárias. Por exemplo, um vazamento pode se tornar um grande problema se mal administrado.

Nesse caso, se o problema gerar prejuízos ou impedir o pleno uso da propriedade, a busca por uma solução pode gerar desgastes na relação entre as partes.

Sendo assim, é provável que o proprietário do imóvel deseje não ter que lidar com esse tipo de assunto. Ou seja, ao contratar uma imobiliária, ele tende a preferir que os profissionais lidem com todas as questões e façam as negociações necessárias.

Agora você já conhece as principais dores dos proprietários de imóvel e o que eles esperam de uma imobiliária. Portanto, avalie as estratégias da sua empresa e faça as adaptações necessárias para oferecer um serviço de excelência.

A sua empresa está atualizada? Aproveite a visita e descubra se a sua imobiliária está preparada para o futuro!

Imobiliária: como se destacar da concorrência? 5 Passos essenciais!

Com tantos profissionais no mercado oferecendo serviços semelhantes, uma imobiliária precisa conseguir se destacar da concorrência. Apesar de o destaque parecer vir somente da experiência e presença na área, é possível encontrar mais alternativas para ganhar o seu espaço.

Nesse sentido, é preciso se adequar e oferecer serviços diferenciados que a concorrência ainda não explora. Com isso, será possível estar um passo à frente dos demais e captar mais clientes para o seu negócio.

Quer saber como ganhar destaque com a sua imobiliária? Então confira 5 passos essenciais a seguir!

 

1. Tenha presença online

A presença online é um passo indispensável para a imobiliária que deseja se destacar na era tecnológica. Apesar de a maioria já ter sites e portfólio online de imóveis para venda e locação, a presença vai além da manutenção dessa página.

Nesse sentido, as redes sociais são ferramentas importantes para qualquer negócio. Fazer postagens frequentes com os serviços prestados, além de dicas sobre assuntos relacionados, é uma ótima forma de conseguir engajamento e atrair interessados.

Ademais, proporcionar canais para comentários, contato e esclarecimento de dúvidas também traz visibilidade ao negócio. Ou seja, não basta ter um site e perfis nas redes sociais. É fundamental estar presente neles e interagir com os seguidores.

Mesmo que cada interação não se converta em um contrato, a imobiliária começa a ganhar espaço e fica conhecida na região. Respondendo a perguntas e postando notícias e dicas sobre determinados assuntos, a empresa demonstra conhecimento.

Ter autoridade online faz com que os interessados fiquem com a sensação de segurança em relação à imobiliária. Logo, é esperado que eles se lembrem da sua empresa na hora de procurar um imóvel — ou de indicar a imobiliária para alguém conhecido.

 

2. Foque no relacionamento com os clientes

O próximo passo para se destacar da concorrência é o tratamento dos clientes. Manter um relacionamento de qualidade e que ultrapassa a barreira de conseguir fechar a venda e o aluguel é muito importante.

Não basta atrair o consumidor e oferecer imóveis, serviços ou outros contatos rotineiros. A ideia é ter um atendimento focado na confiança e na proximidade com a pessoa, para ela se sentir especial para sua imobiliária.

Construir um relacionamento e manter um bom pós venda ajuda muito no seu destaque no mercado. Fazer contatos não invasivos de forma periódica para garantir que tudo está correto também é interessante. Isso traz fidelização e aumenta a divulgação entre pessoas.

Para isso, é fundamental conhecer o público da sua imobiliária individualmente. Sempre mantenha as portas abertas e busque contar com uma rotina e agendamentos que não se esqueçam das demandas dos clientes.

Quando um possível consumidor faz questionamentos sobre imóveis e serviços e a imobiliária não pode responder imediatamente, é importante que a dúvida seja anotada. Assim, quando for possível, o contato será retomado e você não deixará o cliente sem resposta.

Ademais, é preciso conhecer as exigências e necessidades de cada um, para conseguir oferecer opções que realmente são pautadas nessas características. Desse modo, as pessoas se sentirão importantes para a imobiliária.

 

3. Tenha um bom portfólio de imóveis

Um destaque importante para a imobiliária é, sem dúvidas, o portfólio de imóveis — tanto para o aluguel quanto para a venda. Aqui, há dois caminhos possíveis para o negócio seguir: especializar-se em um nicho ou região do mercado ou contar com opções amplas.

As duas possuem vantagens e desvantagens, então é preciso compreender cada uma delas e estudar bem a necessidade da região. Ao se especializar em um nicho, como imóveis de alto padrão, há uma parcela de consumidores que será perdida.

No entanto, a imobiliária pode ganhar notoriedade em relação a essas negociações e oferecer um serviço diferenciado para o nicho. Por outro lado, quando o portfólio é amplo, diversas faixas de renda e de necessidade são cobertas com as alternativas.

Então, uma gama maior de consumidores será contemplada. Porém, clientes interessados em determinados segmentos e fatores podem querer buscar a ajuda de uma imobiliária mais nichada.

Percebe como cada escolha tem vantagens e desvantagens? De qualquer forma, é fundamental que o portfólio seja transparente e público, para que os interessados entendam o que podem adquirir ou alugar. Ademais, as informações devem ser completas e claras.

Essa transparência traz mais segurança e tranquilidade para os clientes, que sabem o que podem encontrar.

 

4. Ofereça soluções e facilidades

Outro passo para se destacar da concorrência é oferecer soluções diferenciadas. A compra e venda e o aluguel de imóveis é o carro chefe de todas as imobiliárias. Então conseguir garantir outras condições aos clientes é importante.

Isso pode ser feito em diversas áreas do negócio, desde o contato com os clientes até o pós-venda ou locação. Aqui, existem alguns exemplos que a imobiliária pode se beneficiar para trazer mais condições aos clientes.

Uma das alternativas é a visita virtual de imóveis, que pode ser oferecida em diversas plataformas. A imobiliária pode criar vídeos e modelos 3D dos empreendimentos para os clientes acessarem à distância.

Assim, quem mora em outra localidade e não pode se deslocar facilmente para fazer a visita presencial terá uma opção. Outra ideia são as modalidades de garantia oferecidas no contrato de aluguel.

Nesse sentido, o fiador e a caução em dinheiro são as mais comuns, mas há outras alternativas. Garantia por cartão de crédito ou seguro fiança são opções que ganham espaço e trazem facilidades aos clientes — diferenciando sua imobiliária.

 

5. Conte com o serviço de antecipação de aluguel

Um destaque que ganha espaço no mercado é o serviço de antecipação de aluguéis — você já ouviu falar? Ele representa um diferencial relevante para a imobiliária, que poderá oferecer esse serviço aos proprietários que desejam alugar seus imóveis.

A antecipação de aluguéis consiste em oferecer o pagamento antecipado do aluguel de um determinado período ao proprietário. Isso é feito em conjunto a uma empresa parceira que oferece essa solução, como a Bold Finance.

Assim, o proprietário recebe os valores à vista, mediante um pequeno deságio, e a imobiliária ficará encarregada de receber mensalmente o aluguel do locatário. Isso traz vantagens para os proprietários — e pode aumentar a procura por imobiliárias que disponibilizam o serviço por meio de parcerias.

Conseguiu entender como uma imobiliária pode se destacar da concorrência? Com esses 5 passos você trará visibilidade ao negócio e conquistará mais clientes. Lembre-se de oferecer bons serviços e contar com empresas parceiras para ganhar seu espaço no mercado!

Quer entender melhor como a antecipação de aluguel funciona e fazer uma simulação? Então seja um parceiro da Bold Finance!

Imobiliária: conheça a melhor garantia de aluguel para seus clientes!

A garantia de aluguel é uma das principais preocupações de qualquer proprietário. Afinal, o risco de inadimplência existe e pode afetar o recebimento dos valores previstos em contrato, o que afeta todo o planejamento financeiro do locador.

Por lei, há algumas garantias que podem ser usadas, mas todas têm limitações que você precisa considerar. Além das garantias, existe uma nova solução que pode fazer com que a imobiliária e o locador se beneficiem, sem que seja necessário abrir mão da segurança.

Para descobrir qual é a melhor garantia de aluguel, veja quais são as alternativas que a imobiliária pode disponibilizar e entenda as características de cada uma!

 

Como funciona a garantia de aluguel?

A principal função da garantia de um contrato de aluguel é proteger o proprietário em caso de inadimplência por parte do locatário. Caso o inquilino deixe de pagar o aluguel por um mês ou período, a garantia é acionada para que o proprietário não fique no prejuízo.

Cabe ao inquilino escolher entre as formas disponibilizadas pela imobiliária para garantia de aluguel. Assim, ele pode definir o modelo preferencial para o seu contrato.

 

Quais são as garantias do contrato de locação?

A legislação referente à locação imobiliária é clara ao definir quais são os principais tipos de garantia de aluguel aceitos. Ao conhecer as vantagens e limitações de cada um, é possível saber qual decisão faz mais sentido.

A seguir, veja os tipos principais de garantia!

 

Depósito de caução

A caução consiste, normalmente, em um depósito realizado pelo inquilino. Por lei, o montante pode ser de até 3 vezes o valor do aluguel.

A caução também pode consistir em bens móveis ou imóveis, de acordo com a legislação. É muito comum que seja utilizado o título de capitalização como garantia da locação, pois assim é possível garantir um período maior que os 3 meses permitidos para a caução em dinheiro.

Caso haja inadimplência ou algum dano ao imóvel, o valor da caução pode ser usado para compensar o prejuízo. Porém, se o inquilino optar por sair sem maiores problemas, receberá a caução atualizada.

Para o proprietário, a escolha pode acelerar o processo de alugar imóvel, pois oferece facilidade para o inquilino. Contudo, é uma alternativa limitada, já que existe o risco de a inadimplência superar o valor acumulado.

 

Fiador

O fiador é, normalmente, uma pessoa que já tem um imóvel quitado e/ou renda comprovada, que assume a responsabilidade dos débitos não pagos pelo inquilino. Ou seja, se o locatário não cumprir o pagamento do aluguel, o locador pode acionar o fiador, que fica obrigado a quitar a dívida.

Apesar de ser uma das alternativas mais baratas para os envolvidos, o processo não é tão simples. Se o fiador não residir na mesma cidade, por exemplo, pode não ser possível dar sequência ao contrato. Ainda é necessário seguir etapas burocráticas para garantir que o fiador cumpra sua obrigação.

Para o locatário, a alternativa também pode ser relativamente complexa. Afinal, pode não ser possível encontrar uma pessoa disposta a se tornar fiador. Por este motivo, as imobiliárias estão, cada vez mais, oferecendo novas alternativas para garantir os contratos de locação que administram.

 

Seguro-fiança

O seguro-fiança é uma garantia de aluguel disponibilizada pelas seguradoras. Com esse produto, a ideia é que a seguradora faça o pagamento do aluguel nos momentos em que o inquilino não o realizar.

Para tanto, a cobertura do valor de apólice pode ser de até 30 vezes o custo do aluguel, considerando o prazo padronizado de 30 meses do contrato. O mais comum é que seja contratado pelo período de 12 meses, com renovação anual.

Com isso, a alternativa pode ser mais cara para o locatário, o que limita as opções de quem poderá alugar o imóvel.

 

Qual é a melhor garantia de aluguel?

A definição de qual garantia será usada no contrato de locação imobiliária depende de uma série de fatores e de condições personalizadas. É preciso compreender, por exemplo, o nível de proteção esperado pelo locador e quão prática é a escolha.

Também é interessante considerar a possibilidade de negociar com o locatário. Ao flexibilizar a escolha, aceitando qualquer um dos modelos, é possível atrair mais interessados e acelerar a assinatura do contrato, mas é importante não perder de vista a segurança.

Desta forma, é importante que a imobiliária e o locador estejam bem alinhados desde o início do processo de locação, pois a melhor garantia é aquela que atenda adequadamente aos interesses de todos os envolvidos na relação.

Depois de escolhida a garantia e assinado o contrato de locação, o locador que deixa seu imóvel para ser administrado nas melhores imobiliárias ainda pode contar com uma nova solução para usufruir de maior segurança! É o caso da antecipação de aluguel, que pode ser disponibilizada pela imobiliária como uma solução extra e vantajosa. Afinal, garantido mesmo é receber os aluguéis à vista, não é mesmo?!

Nesse caso, o locador pode optar por receber, de uma só vez, o valor referente de 1 a 12 meses de aluguel, com desconto. Logo, é possível receber todo o montante à vista e se livrar do risco de inadimplência sem contrair empréstimos.

Vale ressaltar que a antecipação de aluguéis não se confunde com a garantia prevista em lei, sendo uma venda dos recebíveis de aluguel realizada pelo locador perante empresa especializada, parceira da imobiliária.

 

Por que antecipação de aluguel?

Na prática, a antecipação de aluguel é a melhor solução disponibilizada pelas imobiliárias aos proprietários de imóveis. Primeiramente, ela oferece total autonomia para o locador, que decide o quanto deseja receber e em qual momento.

Também é uma solução pouco burocrática, com depósito realizado em poucos dias e com a possibilidade de isenção no Imposto de Renda. Dessa forma, o locador tem a segurança de receber à vista os aluguéis futuros ainda consegue ter vantagens financeiras.

Além disso, a antecipação de aluguel elimina o risco da inadimplência para o locador, que recebe o montante antecipado e não assume qualquer tipo de empréstimo.

Assim, se o locatário atrasar ou não fizer o pagamento, o locador não é responsabilizado. A empresa assume este risco e pode acionar o inquilino e as garantias do contrato.

 

Vantagens para todos os envolvidos

A imobiliária pode oferecer a antecipação do aluguel como solução para trazer mais valor agregado e para se diferenciar no mercado. É uma forma de apresentar algo que os concorrentes não trazem, gerando mais interesse por parte de novos proprietários, por exemplo.

O locador, por sua vez, não precisa abrir mão dos modelos de garantia e ainda pode aproveitar as facilidades oferecidas pela antecipação a qualquer momento. Para completar, o inquilino não é prejudicado com essa escolha e nem terá que pagar nada a mais por isso.

Como visto, a garantia de aluguel é de grande importância para locação imobiliária e conta com várias opções, como o fiador, o seguro-fiança e a caução. Sem prejudicar ou se confundir com a garantia, a antecipação de aluguel é uma solução complementar que pode trazer vantagens tanto para a imobiliária quanto para o locador.

Quer conhecer melhor sobre antecipação de aluguel e saber como incorporá-la à imobiliária? Fale conosco da Bold Finance e veja o que temos a oferecer!

Como a antecipação de aluguéis pode ajudar na retenção de clientes da sua imobiliária?

Tão importante quanto atrair novos interessados é ser capaz de manter os clientes por perto. No caso de imobiliárias, isso é ainda mais intenso para superar os desafios do setor e se consolidar no segmento. Logo, é preciso buscar formas de favorecer a retenção de clientes.

Com soluções adequadas para que a experiência seja positiva, quem compra, vende ou aluga imóveis ficará por mais tempo em sua imobiliária. Nesse sentido, ter parceiros estratégicos também faz a diferença.

Por isso, veja como fidelizar clientes em sua imobiliária e descubra como a antecipação de aluguéis se relaciona com isso!

O que é a retenção de clientes?

A retenção de clientes consiste na capacidade de manter por perto e engajados as pessoas que usam os produtos ou serviços de uma empresa. No caso de uma imobiliária, indica a capacidade de manter os clientes que compram, vendem ou alugam imóveis.

Pense, por exemplo, em um proprietário que tem um imóvel disponível para locação. Ele escolhe uma imobiliária e assina um contrato de 30 meses. Ao final do período, ele deve decidir se deseja manter o imóvel com a imobiliária ou se pretende buscar outra empresa.

Caso ele decida renovar o acordo, é sinal que o cliente foi retido. O mesmo aconteceria se o proprietário adquirisse um novo imóvel e o deixasse sob responsabilidade da sua imobiliária, por exemplo.

A retenção ou fidelização é muito vantajosa porque ajuda a constituir uma base sólida de clientes. Isso melhora a previsibilidade de resultados, em especial em termos financeiros.

A fidelização também fortalece e aproxima o relacionamento, diminui os custos com captação de novos clientes e pode gerar indicações. No mercado imobiliário, no qual é comum negociar contratos maiores, a retenção se mostra ainda mais relevante para o sucesso.

Como reter clientes na imobiliária?

Considerando os impactos positivos da retenção de clientes para imobiliária, é necessário traçar um plano para fidelizar as pessoas de modo consistente. Para tanto, é fundamental ser capaz de gerar resultados, ter um bom portfólio e uma estrutura completa.

Porém, não basta fazer o que todos os concorrentes já fazem. Alguns diferenciais podem auxiliar na retenção e, portanto, devem ser aplicados.

A seguir, veja ações para manter o público por perto!

Ofereça um atendimento de qualidade

Um dos pontos mais relevantes para manter os clientes por perto é criar experiências positivas e marcantes. Logo, é necessário buscar a máxima satisfação com os processos e com os resultados.

Nesse sentido, o atendimento de qualidade faz toda a diferença. É crucial que o time esteja preparado e reúna características como proatividade e empatia. Ser capaz de oferecer soluções para o cliente, de acordo com cada necessidade, gera impactos positivos.

Então, vale a pena treinar sua equipe e criar processos padronizados para que a experiência ajude a fortalecer a parceria rumo à continuidade.

Aproxime o relacionamento

Não é porque o proprietário fechou um contrato de 30 meses com a imobiliária que a atuação da empresa se encerrou. Em vez de buscar a atenção do cliente somente quando ele estiver prestes a partir é fundamental trabalhar esse relacionamento ao longo do tempo.

É interessante pedir feedbacks quanto aos resultados, solicitar sugestões e identificar insatisfações ou novas necessidades, por exemplo. Com o contato próximo, é possível criar uma experiência inteiramente personalizada e que aumenta as chances de fidelização.

Entregue maior valor agregado

Reter clientes também depende da capacidade de inovar e de oferecer condições e vantagens diferenciadas para as pessoas. A intenção é apresentar características que não sejam encontradas no concorrente, pois isso oferece mais um motivo para a permanência do cliente.

Para se destacar ou diferenciar, é preciso entregar mais e aumentar o valor agregado e os benefícios para os clientes. Portanto, vale a pena pensar em serviços e alternativas que gerem outras vantagens para as pessoas conectadas ao negócio.

Como a antecipação de aluguéis pode ajudar a fidelizar clientes?

Como você viu, a estratégia de retenção de clientes para imobiliária deve envolver diferenciais e aumento do valor agregado entregue. Para chegar a esse resultado, uma solução consiste na antecipação de aluguéis.

Ela permite que o proprietário do imóvel receba o adiantamento de meses do aluguel. Para isso, ele deve manifestar seu interesse para uma imobiliária que conte com um parceiro para disponibilizar essa solução. Depois, é feita uma proposta que pode variar de 1 a 12 aluguéis, mediante um desconto.

O dinheiro é depositado de uma só vez na conta do proprietário, o que serve para aumentar a liquidez do investimento em imóveis. Quem opta pela antecipação de recebíveis desse tipo pode usar os recursos como desejar, sem contrair nenhum tipo de dívida pela modalidade.

Além disso, é uma alternativa que elimina o risco associado à inadimplência. Caso o inquilino não faça o pagamento do aluguel, o locador não é cobrado ou prejudicado. Portanto, a antecipação traz diversas vantagens para os clientes da imobiliária e pode ser usada para favorecer a retenção.

Antecipar aluguel é um serviço diferenciado em relação ao que muitas imobiliárias disponibilizam. Dessa maneira, há um motivo extra para que os proprietários optem por se manter perto do negócio. Com mais satisfação, a retenção é favorecida.

Como disponibilizar essa solução para os clientes?

Considerando que a antecipação de aluguel pode gerar tantos impactos positivos sobre a fidelização, vale a pena saber como oferecê-la. Isso pode ser feito por meio de uma parceria.

Com a Bold Finance, sua imobiliária não precisará se preocupar com a parte operacional — que é responsabilidade do nosso time. A sua principal tarefa será divulgar a solução para os contratos de locação, ajudando na captação de novos clientes.

Em troca, é possível receber uma comissão por cada contrato fechado. Na prática, a parceria estratégica é estabelecida sem custos e gera impactos desejáveis sobre a retenção da imobiliária.

Como você viu, a retenção de clientes é essencial para o sucesso da imobiliária. Com personalização, atendimento de qualidade e mais valor agregado é possível alcançar os resultados. Por isso, pense em oferecer a antecipação de aluguéis como um diferencial positivo para os proprietários.

Para disponibilizar essa alternativa com qualidade e segurança, entre em contato conosco da Bold Finance e veja o que oferecemos!