O que a pandemia ensinou às imobiliárias? Confira 6 lições!

Você já se perguntou como a pandemia de COVID-19 afetou as imobiliárias? As mudanças de hábitos dos cidadãos e as diversas regras sanitárias impostas trouxeram impactos importantes para todos os setores.

Assim, foi preciso adaptar os negócios para acompanhar as exigências e não perder espaço no mercado. Dessa maneira, as empresas tiveram que se reinventar e, no processo, acabaram aprendendo lições importantes.

Conheça a seguir os desafios trazidos pela pandemia e as 6 lições que ela ensinou às imobiliárias!

 

Quais foram os desafios trazidos pela pandemia às imobiliárias?

A pandemia de COVID-19, que começou em 2020, trouxe desafios para diversos setores. A necessidade de isolamento e distanciamento social por respeito a regras sanitárias mais rígidas mudaram a forma de convivência em sociedade e reduziram o consumo.

De outro lado, indicadores econômicos foram usados para tentar controlar os efeitos — o que influenciou positivamente no mercado imobiliário. Com a baixa histórica da Selic, o acesso a financiamentos ficou mais fácil, além de apresentar oportunidades com relação ao preço dos imóveis.

Assim, apesar de o desemprego e a renda média terem diminuído, o mercado imobiliário se aqueceu. Entretanto, o risco de inadimplência combinado a outros fatores de insegurança foram desafios a serem superados.

Para isso, as imobiliárias precisaram se reinventar e encontrar novas formas de captar e agradar clientes. O meio digital se destaca nesse momento de insegurança em relação a contatos pessoais e riscos de contaminação.

 

Quais lições a pandemia ensinou às imobiliárias?

Com os desafios trazidos pela pandemia, as imobiliárias aprenderam diversas lições. A seguir você conhecerá 6 delas para aplicar agora mesmo no seu negócio e aumentar a captação e as negociações.

Confira!

 

1. Ter um bom controle financeiro

A primeira lição trazida pela pandemia é a necessidade de manter um bom controle financeiro na imobiliária. Com o cenário de incertezas, muitas empresas se viram com problemas financeiros e necessidade de fazer empréstimos.

Um bom planejamento é fundamental para evitar isso e fortalecer a saúde do negócio. Ele permite manter o capital de giro necessário, criar reservas de emergência para eventuais problemas e garantir a continuidade do serviço.

Assim, é fundamental que a imobiliária tenha um setor dedicado às finanças. Com isso, será possível superar dificuldades sem ter que recorrer a endividamentos e outras atitudes que trazem desafios.

 

2. Atualizar-se constantemente

Outra lição importante da pandemia para as imobiliárias diz respeito à atualização. Como você viu, esse setor se aqueceu durante o ano. Mas somente as empresas que entenderam as tendências conseguiram realmente aproveitar o momento.

Dessa maneira, descobrir formas de atender melhor o cliente, saber quais localidades estão valorizadas e se atualizar sobre as oportunidades do mercado é fundamental. Assim, a imobiliária poderá se destacar.

Lembre-se de que as necessidades da população e as oportunidades do mercado mudam constantemente. Dessa forma, saber atrelar essas duas informações e oferecer serviços condizentes garante mais reputação à empresa.

 

3. Conhecer o cliente

Atrelada à atualização está o conhecimento do cliente. A imobiliária precisa saber o que os interessados estão buscando e como oferecer esses imóveis ou serviços a eles. Algumas possibilidades são fazer formulários de satisfação e ter um contato mais pessoal.

O contato mais direto e a pesquisa de satisfação demonstram ao cliente que a imobiliária está interessada nele. Logo, cria-se uma identidade com a empresa e a fidelização aumenta, trazendo benefícios a longo prazo.

Também é fundamental entender a situação financeira geral dos consumidores, saber quais são as formas de pagamento mais utilizadas etc. Dessa maneira, a empresa conseguirá pautar suas ofertas e publicidade com mais eficiência.

 

4. Aumentar a presença online

Apesar de ser uma estratégia bastante utilizada, muitas imobiliárias ainda focam seus recursos no atendimento presencial, deixando o online em segundo plano. Mas a pandemia mostrou a força da internet e como ela pode influenciar diretamente nos negócios.

Como você notou, a pandemia acarretou mudanças na forma de contato com clientes. A necessidade de distanciamento social e outros cuidados sanitários exigiram a adequação da empresa em suas rotinas.

Então, a presença online, que já era importante, tornou-se indispensável. Conseguir atingir os interessados por meio da internet é essencial nesse momento. Isso aumenta a visibilidade da imobiliária e capta mais clientes para a empresa.

 

5. Usar a tecnologia para aumentar os negócios

Além de estar presente na internet, outra lição fundamental da pandemia foi a utilização da tecnologia. Aqui, não se trata apenas da publicidade. Foram utilizadas também soluções inovadoras, como visitas aos imóveis à distância, reuniões por videoconferência, modelos interativos etc.

A ideia é que o cliente possa decidir pela compra ou aluguel sem sair de casa, entendendo todos os pontos do negócio. Nesse momento, muitas empresas começaram a utilizar visitas virtuais aos imóveis em 3D, maquetes virtuais, videoconferências etc.

Assim, os clientes podem analisar todos os detalhes de forma remota. Com as facilidades que isso traz, a tendência é que a tecnologia continue se expandindo, mesmo quando não for mais necessário o distanciamento.

 

6. Oferecer diferenciais

Com os cenários que a pandemia trouxe, uma lição importante para manter a imobiliária relevante é oferecer diferenciais aos clientes. Assim, é preciso se destacar da concorrência não só pela reputação, mas também pelas soluções oferecidas.

Uma estratégia interessante e que se tornou ainda mais relevante durante a pandemia é a antecipação de aluguéis. Você já ouviu falar dessa solução e como ela funciona? Oferecê-la na sua imobiliária é um meio de captar mais locadores e, também, de deixá-los mais satisfeitos.

Com a antecipação, o proprietário recebe o valor de até 12 meses de aluguel de uma só vez, com desconto. Para isso, é preciso ser parceira de uma empresa especializada que oferece essa solução. Ela fará uma análise do contrato de locação e fará uma proposta de antecipação ao proprietário.

O locador recebe o valor em até 2 dias úteis, os aluguéis antecipados são repassados à empresa e a sua imobiliária se destaca pelo diferencial. Considerando que a pandemia trouxe desafios financeiros para diversas pessoas, a antecipação de aluguéis é uma solução interessante.

Agora você já conhece as 6 lições que a pandemia ensinou às imobiliárias. Lembre-se de sempre manter-se atualizado às tendências e oferecer diferenciais aos seus clientes. Dessa maneira, a empresa ganhará espaço no mercado e potencializará os resultados.

Ficou interessado em oferecer a antecipação de aluguéis a seus clientes? Então entre em contato com a Bold Finance!